Untitled Document
Discurso(s)



Cláudio José Pasqualeto
15/12/2017

Título Cidadão Honorário a Luiz Carlos Motta


A homenagem que se concretiza hoje foi aprovada por unanimidade na sessão de 28 de agosto. Todos os vereadores apoiaram o projeto proposto por mim e pelos vereadores Victor Palhares e Milton Polon. Luiz Carlos Motta é um amigo de Dracena de longa data, sempre apoiando as iniciativas do Sindicato dos Comerciários e colaborando, através da Fecomerciários, com todas as promoções que visam a valorização dos comerciários e a participação de seus familiares. Foram até agora nove edições da Festa dos Comerciários, em comemoração ao dia 30 de outubro (data principal da categoria), eventos como Miss Comerciária Paulista, Copa Estadual de Futsal, distribuição de kits escolares para filhos dos associados e muitos acontecimentos e reuniões na sede da Federação em São Paulo, no Centro de Lazer da Praia Grande ou no clube em Avaré, sempre com a presença de Dracena e a busca de melhores salários e condições de trabalho. A nossa homenagem hoje se estende a uma organização sindical que surgiu no estado no início da década de 1940. Ao longo das décadas, a Fecomerciários cumpriu com eficiência seu papel de coordenadora dos interesses dos Sindicatos filiados e da categoria como um todo. A entidade também teve atuação decisiva na estruturação do movimento sindical comerciário no Estado, estimulando a criação de Sindicatos e garantindo suporte material às entidades como maquinário, móveis e utensílios, gabinetes odontológicos etc. Além de propiciar assistência jurídica e sindical aos comerciários, a entidade sempre manteve viva a luta pelos direitos da categoria e levantou bem alto as bandeiras históricas dos trabalhadores no comércio do Estado de São Paulo. A grande conquista recente é o reconhecimento da profissão de comerciário, uma luta de muitos anos. A categoria também vive de lutas muito difíceis, como os movimentos feitos contra as mudanças nas leis trabalhistas e a reforma da Previdência proposta pelo atual governo. Luiz Carlos Motta e seus companheiros sempre estiveram à frente deste movimento de alerta dos trabalhadores sobre as perdas previstas com mudanças que poderiam ser mais discutidas e debatidas. Mas, a luta continua e a categoria dos comerciários busca seu espaço e a defesa de seus direitos a todo momento. Dracena, que é polo regional também no comércio, tem muito respeito pelos comerciários, que estão aí exercendo o seu belo papel. Quem aqui que não tem um familiar ou amigo que optou por ser comerciário? Muitos deles estão trabalhando neste momento, aproveitando o período de aquecimento das vendas em função da proximidade do Natal. Comerciários, recebam a nossa homenagem. O dia de hoje torna-se histórico para o Sindicato dos Comerciários de Dracena e região e seus associados, com a inauguração da sede própria, fruto de um trabalho de muitos anos, um importante investimento financeiro e o apoio de Luiz Carlos Motta desde o início da ideia, entendendo que Dracena merecia este presente. É uma sede magnífica, valorizando mais a Cidade Milagre como polo regional. Certamente, mais uma bela estrutura que estará à disposição também da comunidade, inclusive, seu amplo auditório. Senhoras e senhores, Dracena acaba de completar 72 anos de fundação, foi no último dia 8 de dezembro. Não há como deixar de mencionar as boas coincidências verificadas neste momento de festa. O projeto de criação de Dracena surgiu em Tupã, cidade do nosso agora homenageado Luiz Carlos Motta. Tupã e Dracena sempre tiveram laços muitos fortes de amizade. A concepção de Dracena se deu naquela cidade por volta de 1945. O fundador Írio Spinardi era morador de Tupã, veio fundar Dracena, tornou-se o seu primeiro prefeito e teve uma cadeira nesta Câmara Municipal. Cumprido o seu papel, Írio retornou para Tupã, onde ainda foi prefeito e vereador. Então, foi um tupãense dracenense que teve destaque nas duas comunidades. Ainda fundou Loanda no Paraná e Britânia em Goiás. Passados 72 anos, mais um tupãense aqui está, agora para se tornar dracenense: Luiz Carlos Motta. O fundador Írio Spinardi disse certa vez que foi um desafio atrair novos moradores para a Cidade Milagre. E gostava de dizer que ‘dracenizava’ as pessoas, ou seja, com muitos argumentos, convencia a todos que a nova cidade seria um local de progresso e prosperidade. Dracena tem 46 mil habitantes e lidera uma microrregião. Írio Spinardi acertou em sua previsão. Írio faleceu em 2001, na véspera do aniversário de Dracena. Em maio passado celebramos o seu centenário de nascimento. Agora, é Luiz Carlos Motta que está sendo “dracenizado”; já ajudou bastante nossa cidade e como filho de papel passado e tudo vai poder fazer muito mais pela Cidade Milagre, que o acolhe de braços abertos. Dizem que o orador precisa fazer alguma citação em seu discurso para o mesmo ficar enriquecido em seu conteúdo. Pois bem, como é de praxe em toda a entrega de título de cidadania e sessão solene, se faz menção ao Hino a Dracena, cuja letra é do maestro Aécio de Féo Flora. Tem um trecho do hino que diz: “na Cidade Milagre Dracena, um por todos e todos por um”. Com esse título de cidadania, Motta agora é por Dracena. E todos os dracenenses são por Luiz Carlos Motta. Sem bem-vindo nosso irmão dracenense Luiz Carlos Motta. Aproveito a oportunidade para desejar um Natal cheio de bênçãos e um ano novo de muito trabalho e prosperidade, com as bênçãos de Deus. Boa noite a todos.

Câmara Municipal de Dracena
Fone: (18) 3821-1800
Rua Princesa Isabel, 1635       Dracena - SP       CEP:  17900-000
Horário de Funcionamento: Dias úteis das 08:00 as 14:00 hrs
© 2010 MAF Sistemas - Todos os direitos reservados